O conteúdo dessa página pode ser reproduzido desde que informado a fonte e o autor.

14 de jun de 2011

Um dia voltaremos... Por Rivaldo Roberto Ribeiro

Quando chegamos neste mundo, chegamos de repente para uma visita rápida, mas a vida com seus deslumbramentos e nossa ignorância diante dos desígnios de Deus nos levam acreditar que viveremos para sempre, que o tempo não existe para nós, que será um caminho longo, mas a distancia do ponto final está no nosso destino escrito por Deus.


Assim O Criador nos diria:

>Vão de um passeio no mundo, e não sintam medo porque Estarei sempre com vocês. (Nada temas porque estou contigo, não lance olhares desesperados, pois Eu sou teu Deus, Eu te fortaleço e venho em teu socorro). (Isaías 41,10)

>Sejam imitadores de Meu Filho Jesus Cristo, não se escandalizem, não se acovardem, com receio do desprezo e do silêncio por defenderem o seu Nome e a presença do Meu espírito.

>Brinquem nos rios, admirem as cores do arco-íris com a visão que vos Dei. Ouçam os pássaros, a brisa, a música da natureza com a audição que vos Dei. Sintam o sabor adocicado das frutas e o perfume das flores, com o olfato que vos Dei. Na noite foi feita as trevas, mas lá estão as estrelas e a lua para que não sintam o Meu abandono.

>Não escondam o que lhes Ensinei, não utilizem a inteligência que vos Dei para si próprio, usam-na e construam um mundo melhor do que aquele que vocês por lá encontrarem, não façam da incandescência da sua luz apenas um espectro a desviando da sua primeira direção.

>Não utilizem a força que vos Dei para massacrar os mais fracos, porque por eles Tenho especial atenção.

>Sintam sede da justiça, porque e por ela que Vou criar a paz.

>Sintam sede do amor, porque e nele que Eu estarei mais presente.

>Sintam sede do respeito entre vocês, porque é nele que Eu Vejo que compreenderam que são irmãos.

>Sintam sede da Minha presença, porque é nela que vocês dirão que não se esqueceram de Mim.

>Sintam sede do perdão, porque e nele que vocês dirão que são Meus filhos.

>Sintam sede de repartir o pão, porque é neste ato que vocês irão lembrar a quem recebe que por mais pobres que sejam também são meus filhos.

>Sintam sede da esperança, da Fé e da virtude, procurando enxergar apenas com o coração, pois é nesse ato que vocês serão capaz de mover montanhas ou acharão o caminho para transpô-las.

>Quero ver o Meu sorriso em vossos rostos. Caminhem pelo mundo de mãos dadas com a liberdade, esqueçam da angustia, da preocupação, porque Eu vos amo.

>Manifestem vossa humildade quando de joelhos em oração pedirem a minha proteção, só assim conseguirei por a Minha mão sobre vossas cabeças...


Mas voltem como vocês foram.
Não se percam pelos caminhos desconhecidos do mundo e suas sombras, não fará sentido macularem seus espíritos com iniqüidades e pecados, não sejam imprudentes como as vespas diante das chamas, não sejam insensatos como os avarentos diante de sua riqueza porque um dia ela estará na mão dos estranhos.

Llembrem-se que sua estada no mundo é provisória, por pouco tempo como se fossem milésimos de segundos comparados aos milhões de anos da Terra, será um retorno que não conseguirão carregar nada que pese muito, só suas almas se elas estiverem leves...E Eu quero vê-los de novo todos juntos alegres e entoando cânticos, como Meus filhos.


Lembra-te de teu CRIADOR antes que se quebre o cordão de prata, se retire a fita de ouro, se quebre o cântaro sofre a fonte, se desfaça a roda sobre a cisterna, o pó volte a terra donde saiu e o espírito volte para DEUS que o deu. Eclesiastes 12,6-7.

Nenhum comentário: