O conteúdo dessa página pode ser reproduzido desde que informado a fonte e o autor.

20 de jan de 2018

São Sebastião, História, Vida e Milagres


São Sebastião é um dos santos mais famosos entre o povo brasileiro. Por causa de sua poderosa intercessão e incontáveis milagres obtidos, ele se tornou padroeiro de muitas cidades e outras tantas cidades e bairros por todo o Brasil receberam o nome de São Sebastião.
A fortaleza para superar os diferentes tipos de dificuldades e situações foi um traço que marcou a vida de São Sebastião e ele anima a ter o mesmo espírito de confiança total em Deus e audácia cristã para fazer da vida uma caminhada segura rumo à felicidade.

História da vida de São Sebastião.
São Sebastião (256-288) nasceu na França e logo foi com os pais para Milão, na Itália. Nas terrras italianas cresceu na fé cristã e ficou famoso como valente soldado e depois capitão da guarda do imperador Romano. Os cristãos eram perseguidos na época e muitos foram presos e martirizados, porém as pessoas não sabiam que São Sebastião era cristão e assim ele conseguiu ajudar muitas pessoas presas por seguirem o Cristianismo, diminuindo as penas, dando alimento e animando a perseverarem na fé em Cristo, mesmo que isso implicasse o martírio.
.
Outro feito que conseguiu foi a conversão de vários prisioneiros para o Cristianismo, junto com a realização de milagres, como a cura de uma mulher surda. Quando descobriram que Sebastião era cristão ele foi atado a uma árvore, recebeu flechadas e foi abandonado. Contudo, ele sobreviveu às flechas e Santa Irene cuidou dele até que ficasse curado.
.
Após recobrar a saúde, São Sebastião retornou as suas atividades apostólicas e foi preso novamente pregando o Cristianismo. Desta vez, o imperador ordenou o seu martírio definitivo e se assegurou que ele de fato havia morrido.
.
São Sebastião é um exemplo de coragem ante os obstáculos da vida e fidelidade mesmo diante das contrariedades e perseguições. É interessante notar o seu empenho em fazer o bem ocultamente, aproveitando todas as circunstâncias para semear alegria, consolo e ânimo para as pessoas próximas, mesmo sabendo que quando fosse descoberto poderia ter complicações. São Sebastião também pode ser reconhecido por sua prontidão em fazer a Vontade de Deus e enorme espírito de serviço, pois após recobrar a saúde ele se volta para os outros e quer continuar fazendo o bem, sem achar que já fez muito na vida e que agora precisa repousar.
.
São Sebastião vivencia as palavras da Bíblia: Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, avanço para as que estão diante de mim (Filipenses 3:13).
.
E por fim, pode se ver o otimismo de São Sebastião que concentra seu olhar na realidade, identifica as oportunidades de fazer o melhor e prossegue para fazer aquilo que outros achariam impossível.
.
Milagres de São Sebastião
.
Além de ser um fervoroso cristão e alguém que irradiava ânimo para viver e lutar, mesmo durante a vida São Sebastião realizou muitos milagres, principalmente entre os doentes, e depois quando foi para o Céu intercedeu por mais milagres ainda.
.
Milagres de São Sebastião: cura de doenças
.
Enquanto funcionário do exército romano, São Sebaistião curou pessoas cegas, surdas e com outras doenças.
.
Vários outros milagres foram realizados quando a peste atingiu cidades da Europa na Idade Média. Depois de ser invocada a intercessão do santo cidades inteiras foram curadas da peste que havia matado milhares de pessoas. Diversos locais e cidades ficaram protegidos contra a peste, mesmo estando próximo de cidades infectadas.
.
Milagres de São Sebastião e os soldados
.
Há também batalhas que foram vencidas por militares que recorreram a São Sebastião para alcançar a vitória contra os inimigos.
.
Além disso, muitos soldados que pediram com fé a graça da cura após ferimentos em combates e guerras, alcançaram essas bençãos.
.
Milagres de São Sebastião e os atletas
.
São Sebastião também recebeu após alguns séculos o título de Campeão de Cristo (no latim Athleta Christi) e foi com frequência invocado pelos atletas para obterem graças especiais.
.
Em todo o mundo atletas e praticantes de esportes que recorreram e alcançaram curas de lesões e venceram competições com a ajuda do santo. Muitos esportistas brasileiros são devotos de São Sebastião e atribuem a ele os sucessos de sua vida.
Devoção a São Sebastião
.
A devoção a São Sebastião é enorme por todo o mundo e tem um fervor especial no Brasil. A Festa de São Sebastião é comemorada dia 20 de Janeiro e dezenas de cidades brasileiras organizam eventos manifestando também a devoção ao santo que opera milagres de acordo com a Vontade de Deus para os devotos que pedem com confiança.
.
Pela história de vida corajosa e perseverante, juntamente com os inúmeros milagres alcançados por pessoas que rogaram ao santo é natural entender porque milhares de pessoas rezam continuamente a São Sebastião e procuram de alguma forma manifestar sua união a tão poderoso mediador de graças.
.
Medalha de São Sebastião é a forma mais tradicional de manifestar a devoção ao santo, que é representado como um homem com algumas flechas e preso a uma árvore.


Segue a oração de São Sebastião:

Glorioso mártir São Sebastião,
soldado de Cristo e exemplo de cristão,
hoje vimos pedir a vossa intercessão
junto ao trono do Senhor Jesus,
nosso Salvador, por Quem destes a vida.

Vós que vivestes a fé e perseverastes até o fim,
pedi a Jesus por nós para que sejamos
testemunhas do amor de Deus.
Vós que esperastes com firmeza
nas palavras de Jesus, pedi-Lhe por nós,
para que aumente a nossa esperança na ressurreição.
Vós que vivestes a caridade para com os irmãos,
pedi a Jesus para que aumente o nosso amor para com todos.
Enfim, glorioso mártir São Sebastião, protegei-nos contra a peste,
a fome e a guerra; defendei as nossas plantações
e os nossos rebanhos, que são dons de Deus para o nosso bem
e para o bem de todos.
E defendei-nos do pecado,que é o maior de todos os males.
Assim seja.


19 de jan de 2018

Coisas que você não deve fazer na Missa e talvez não saiba

Pequenos detalhes que fazem a diferença e unem a Igreja

  1. Não chegar atrasado. Lembre-se de que Deus está esperando você para enchê-lo com o seu amor, dar o seu perdão e um abraço, falar ao seu ouvido, e dizer o que o você precisa ouvir. Ele separou um lugar na mesa para você. Não o deixe esperando;
  2. Não usar roupas provocantes. Não use vestuário que possa chamar a atenção ou provocar (decote, minissaia e shorts);
  3. Não entre na igreja sem saudar o Senhor. Ao chegar, faça o sinal da cruz. Ele está lá, feliz por ver você. Agradeça-o, pois ele o convidou;
  4. Não tenha preguiça de fazer a reverência ou a genuflexão. Se você passar em frente ao altar, que representa Cristo, faça a reverência. Se passar pelo Sacrário, onde está Cristo, faça a genuflexão (tocar o chão com o joelho);
  5. Não masque chiclete nem coma ou beba. Só é permitida água e em caso de necessidade e por questão de saúde;
  6. Não cruze as pernas. O ato de cruzar as pernas é considerado pouco respeitoso. O seu corpo deve expressar a sua devoção;
  7. A mesma pessoa não deve fazer a Leitura e o Salmo. Se você vir um só leitor ou leitora, ofereça-se para ler, pois as Leituras e o Salmo devem ser proclamados por leitores diferentes (dois no meio da semana e três aos domingos ou dias festivos, quando há a Segunda Leitura);
  8. Não adicione frases quando for fazer as Leituras e o Salmo. Não leia as letrinhas vermelhas nem diga: “Primeira Leitura” ou “Salmo Responsorial”;
  9. Nunca recite o Aleluia antecipadamente. Não se adiante para dizer “Aleluia, Aleluia”. Espere alguns segundos, pois, certamente, alguém o cantará. Se nem o padre nem ninguém cantar, omita-o, mas nunca o recite;
  10. Não faça o sinal da cruz na proclamação do Evangelho. Você só deve fazer três cruzes pequenas: uma na fronte, outra nos lábios e a última no peito;
  11. Não responda no plural quando Credo é feito em forma de perguntas. Quem preside a Missa pode perguntar: “Creem em Deus Pai Todo Poderoso?” Neste caso, não responda “sim, cremos”, pois a fé é pessoal. Responda: “sim, creio”.
  12. Não recolha a oferta durante a Oração Universal. A oferta deve ser recolhida durante a apresentação dos dons, quando todos estão sentados e o padre agradece a Deus pelo pão e o vinho e purifica as mãos;
  13. Não se levante durante a apresentação dos dons. Às vezes, alguém se levanta e, por impulso, outros também ficam de pé. Talvez, ao ver o padre levantar o cálice e a hóstia, as pessoas pensam que já é a Consagração. Mas não é;
  14. Não se ajoelhe logo depois do “Santo”. É preciso esperar que o padre peça que o Espírito Santo transforme o pão e o vinho em Corpo e Sangue de Cristo. É neste momento que se deve ajoelhar-se (se houver sino, ajoelhe-se quando ele soar);
  15. Não ficar sentado durante a Consagração. Se você não consegue se ajoelhar, fique de pé, mas nunca se sente, a menos que seja por alguma doença. É falta de respeito com Cristo, que se faz presente no altar;
  16. Não dizer nada em voz alta durante a Consagração. Tem gente que, durante a Consagração, diz em voz alta: “Meu Senhor, Meu Deus”. Mas isso distrai quem está fazendo uma oração pessoal em silêncio;
  17. Não diga em voz alta: “Por Cristo, com Cristo, em Cristo…”. Só quem deve dizer isso é quem preside a Missa;
  18. Não saia do seu lugar para ir dar a Paz. Você só deve cumprimentar quem está perto de você, não outras pessoas, em outros bancos. Tampouco deve aproveitar para ir felicitar alguém ou dar pêsames;
  19. Se você não estiver preparado, não comungue. Você deve ter guardado o jejum eucarístico (não ter comido nem bebido nada uma hora antes de comungar) e não ter pecado grave;
  20. Não fazer somente uma fila de Comunhão (a do padre). Jesus está presente na Hóstia Consagrada, não importa se é a hóstia segurada pelo padre ou por um Ministro Extraordinário da Eucaristia, que é uma pessoa preparada e autorizada pela Igreja para distribuir a Comunhão na Missa e levá-la aos idosos e enfermos;
  21. Depois de comungar, não converse com os outros. Volte ao seu lugar e fale com o Senhor. Se você não comungou, faça uma comunhão espiritual e converse com Ele;
  22. Quando terminar a distribuição da Comunhão, não continuar cantando. O canto da Comunhão deve terminar quando a última pessoa receber a hóstia, para que haja um silêncio sagrado, em que cada pessoa entra em diálogo com Deus;
  23. Desligue o celular. Não fique mandando mensagens ou falando ao celular durante a Missa, pois isso distrai você e os outros. Dedique sua atenção ao Senhor, que está dedicando a atenção Dele a você;
  24. Não perca as crianças de vista. Ensine-as a aproveitar a casa do Pai e a se comportar na Missa;
  25. Não saia antes que a Missa termine. Não perca a bênção fina, através da qual o padre o envia ao mundo para dar testemunho em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Saia da Igreja com um propósito novo, que tenha sido inspirado no Senhor, para edificar o mundo, seu Reino de amor.
 Artigo originalmente publicado por Desde la fe, traduzido e adaptado ao português por Aleteia.



9 de jan de 2018

A autoridade da palavra de Deus




Deus, com só o pronunciar de sua palavra, faz e produz o que ela significa. 
Assim como no princípio foi pela palavra que o mundo veio à existência: “Faça-se”, assim também é pela palavra que Jesus, Verbo eterno do Pai, quer transformar nossas vidas, mostrando-nos a verdade e livrando-nos das mentiras e das falsas promessas do demônio. 
Assista à homilia do Padre Paulo Ricardo para esta terça-feira, dia 9 de janeiro, e peçamos a Nossa Senhora que nos dê a graça de termos os ouvidos sempre atentos às palavras de seu Filho, que ressoam através da doutrina perene da Igreja, Santa e Católica.

Evangelho (Mc 1,21-28): Entraram em Cafarnaum. No sábado, Jesus foi à sinagoga e pôs-se a ensinar. Todos ficaram admirados com seu ensinamento, pois ele os ensinava como quem tem autoridade, não como os escribas. Entre eles na sinagoga estava um homem com um espírito impuro; ele gritava: «Que queres de nós, Jesus Nazareno? Vieste para nos destruir? Eu sei quem tu és: o Santo de Deus!». Jesus o repreendeu: «Cala-te, sai dele!». O espírito impuro sacudiu o homem com violência, deu um forte grito e saiu.
Todos ficaram admirados e perguntavam uns aos outros: «Que é isto? Um ensinamento novo, e com autoridade: ele dá ordens até aos espíritos impuros, e eles lhe obedecem!». E sua fama se espalhou rapidamente por toda a região da Galileia.


7 de jan de 2018

A EPIFANIA DO SENHOR



Apresentado pelo Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo, o programa Mãe Maria é um tempo dedicado à reflexão e oração, à luz do Evangelho proposto pela liturgia de cada dia. Inspirada no exemplo de Nossa Senhora, a reflexão ilumina a realidade, o caminhar da Igreja e a vida de cada discípulo missionário de Cristo Jesus.


Mateus 2, 1-12
"1.Tendo, pois, Jesus nascido em Belém de Judá, no tempo do rei Herodes, eis que magos vieram do oriente a Jerusalém.
2.Perguntaram eles: Onde está o rei dos judeus que acaba de nascer? Vimos a sua estrela no oriente e viemos adorá-lo.
3.A esta notícia, o rei Herodes ficou perturbado e toda Jerusalém com ele. 4.Convocou os príncipes dos sacerdotes e os escribas do povo e indagou deles onde havia de nascer o Cristo.
5.Disseram-lhe: Em Belém, na Judéia, porque assim foi escrito pelo profeta: 6.E tu, Belém, terra de Judá, não és de modo algum a menor entre as cidades de Judá, porque de ti sairá o chefe que governará Israel, meu povo(Miq 5,2).
7.Herodes, então, chamou secretamente os magos e perguntou-lhes sobre a época exata em que o astro lhes tinha aparecido.
8.E, enviando-os a Belém, disse: Ide e informai-vos bem a respeito do menino. Quando o tiverdes encontrado, comunicai-me, para que eu também vá adorá-lo. 9.Tendo eles ouvido as palavras do rei, partiram. E eis que e estrela, que tinham visto no oriente, os foi precedendo até chegar sobre o lugar onde estava o menino e ali parou.
10.A aparição daquela estrela os encheu de profunda alegria. 11.Entrando na casa, acharam o menino com Maria, sua mãe. Prostrando-se diante dele, o adoraram. Depois, abrindo seus tesouros, ofereceram-lhe como presentes: ouro, incenso e mirra.
12.Avisados em sonhos de não tornarem a Herodes, voltaram para sua terra por outro caminho."



Dia Litúrgico: A Epifania do Senhor


Epifania do Senhor:

Clique nas fotos para ampliar:


 



.
Fotos(arquivo: Rivaldo R.Ribeiro) presépio Paróquia São José- josé Bonifácio 

Evangelho (Mt 2,1-12): Depois que Jesus nasceu na cidade de Belém da Judéia, na época do rei Herodes, alguns magos do Oriente chegaram a Jerusalém, perguntando: «Onde está o rei dos judeus que acaba de nascer? Vimos a sua estrela no Oriente e viemos adorá-lo». 
Ao saber disso, o rei Herodes ficou alarmado, assim como toda a cidade de Jerusalém. Ele reuniu todos os sumos sacerdotes e os escribas do povo, para perguntar-lhes onde o Cristo deveria nascer. 
Responderam: «Em Belém da Judéia, pois assim escreveu o profeta: «E tu, Belém, terra de Judá, de modo algum és a menor entre as principais cidades de Judá, porque de ti sairá um príncipe que será o pastor do meu povo, Israel».
.
Então Herodes chamou, em segredo, os magos e procurou saber deles a data exata em que a estrela tinha aparecido. Depois, enviou-os a Belém, dizendo: «Ide e procurai obter informações exatas sobre o menino. E, quando o encontrardes, avisai-me, para que também eu vá adorá-lo».
.
Depois que ouviram o rei, partiram. E a estrela que tinham visto no Oriente ia à frente deles, até parar sobre o lugar onde estava o menino. Ao observarem a estrela, os magos sentiram uma alegria muito grande. Quando entraram na casa, viram o menino com Maria, sua mãe. Ajoelharam-se diante dele e o adoraram. 
Depois abriram seus cofres e lhe ofereceram presentes: ouro, incenso e mirra. 
Avisados em sonho para não voltarem a Herodes, retornaram para a sua terra, passando por outro caminho.


«Quando entraram na casa, viram o menino com Maria, sua mãe. Ajoelharam-se diante dele e o adoraram»


Rev. D. Joaquim VILLANUEVA i Poll
(Barcelona, Espanha)
Hoje, o profeta Isaías anima-nos: «De pé! Deixa-te iluminar! Chegou a tua luz! A glória do SENHOR te ilumina» (Is 60,1). 
Essa luz que viu o profeta é a estrela que vêem os Magos em Oriente, junto com outros homens. Os Magos descobrem seu significado.
Os demais a contemplam como algo que admiram mas, que não lhes afeta. E, assim, não reagem. Os Magos dão-se conta de que, com ela, Deus envia-lhes uma mensagem importante e que vale a pena deixar a comodidade do seguro e se arriscar a uma viagem incerta: a esperança de encontrar o Rei leva-os a seguir essa estrela, que haviam anunciado os profetas e esperado o povo de Israel durante séculos.
.
Chegam a Jerusalém, a capital dos judeus. Acham que ai saberão lhe dizer o lugar exato onde nasceu seu Rei. 
Efetivamente, lhe responderam: «Em Belém da Judéia, porque assim está escrito por meio do profeta» (Mt 2,5). A notícia da chegada dos Magos e sua pergunta propaga-se por toda Jerusalém em pouco tempo: Jerusalém era na época uma pequena cidade e, a presença dos Magos com seu séquito foi vista por todos os habitantes, pois «Ao saber disso, o rei Herodes sobressaltou-se e, com ele toda a cidade de Jerusalém» (Mt 2,3), diz o Evangelho.
.
Jesus Cristo cruza-se na vida de muitas pessoas, a quem não interessa. Um pequeno esforço teria mudado suas vidas, teriam encontrado o Rei do Gozo e da Paz. Isso requer a boa vontade de procurar, de nos movimentar, de perguntar sem nos desanimar, como os Magos, de sair de nossa poltronaria, de nossa rotina, de apreciar o imenso valor de encontrar a Cristo. Se não o encontramos, não encontramos nada na vida, pois só Ele é o Salvador: encontrar Jesus é encontrar o Caminho que nos leva a conhecer a Verdade que nos dá a Vida. E, sem Ele, nada de nada vale a pena.

Fonte:  http://evangeli.net


26 de dez de 2017

SANTO ESTEVÃO, O PRIMEIRO MÁRTIR.



Hoje, início da Oitava do Natal, a Igreja nos traz à memória a fé e o testemunho heroico do primeiro daqueles que, por amor ao santo nome de Jesus, haveriam de derramar o próprio sangue: Santo Estêvão, protomártir. 
Movido apenas pelo Espírito Santo, conforme ordenara o Senhor, Estêvão foi levado às autoridades judaicas e apedrejado pelo furor dos que haviam rejeitado o Cristo por cuja fé nos são abertos os portões da vida eterna. 
Assista à homilia deste sábado e conheça o que a santa coragem de mártires como Santo Estêvão tem sempre a nos ensinar!

Padre Paulo Ricardo


MATEUS 10,17-22
17 Cuidai-vos dos homens. Eles vos levarão aos seus tribunais e açoitar-vos-ão com varas nas suas sinagogas. 
18.Sereis por minha causa levados diante dos governadores e dos reis: servireis assim de testemunho para eles e para os pagãos. 
19.Quando fordes presos, não vos preocupeis nem pela maneira com que haveis de falar, nem pelo que haveis de dizer: naquele momento ser-vos-á inspirado o que haveis de dizer. 
20.Porque não sereis vós que falareis, mas é o Espírito de vosso Pai que falará em vós. 
21.O irmão entregará seu irmão à morte. O pai, seu filho. Os filhos levantar-se-ão contra seus pais e os matarão. 
22.Sereis odiados de todos por causa de meu nome, mas aquele que perseverar até o fim será salvo.

MÃE MARIA- HOJE SANTO ESTEVÃO: O primeiro Mártir cristão..



Apresentado pelo Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo, o programa Mãe Maria é um tempo dedicado à reflexão e oração, à luz do Evangelho proposto pela liturgia de cada dia. Inspirada no exemplo de Nossa Senhora, a reflexão ilumina a realidade, o caminhar da Igreja e a vida de cada discípulo missionário de Cristo Jesus.

Prisão do Diácono Estevão: ATOS 6, 8-15
Discurso de estevão            : ATOS 7, 1-53

MORTE DE ESTÃO         : ATOS 7, 54-60
54.Ao ouvir tais palavras, esbravejaram de raiva e rangiam os dentes contra ele. 55.Mas, cheio do Espírito Santo, Estêvão fitou o céu e viu a glória de Deus e Jesus de pé à direita de Deus: 56.Eis que vejo, disse ele, os céus abertos e o Filho do Homem, de pé, à direita de Deus. .
57.Levantaram então um grande clamor, taparam os ouvidos e todos juntos se atiraram furiosos contra ele. 
58.Lançaram-no fora da cidade e começaram a apedrejá-lo. As testemunhas depuseram os seus mantos aos pés de um moço chamado Saulo. .
59.E apedrejavam Estêvão, que orava e dizia: Senhor Jesus, recebe o meu espírito. 
60.Posto de joelhos, exclamou em alta voz: Senhor, não lhes leves em conta este pecado... A estas palavras, expirou. 

MATEUS 10,17-22
17 Cuidai-vos dos homens. Eles vos levarão aos seus tribunais e açoitar-vos-ão com varas nas suas sinagogas. 
18.Sereis por minha causa levados diante dos governadores e dos reis: servireis assim de testemunho para eles e para os pagãos. 
19.Quando fordes presos, não vos preocupeis nem pela maneira com que haveis de falar, nem pelo que haveis de dizer: naquele momento ser-vos-á inspirado o que haveis de dizer. 
20.Porque não sereis vós que falareis, mas é o Espírito de vosso Pai que falará em vós. 
21.O irmão entregará seu irmão à morte. O pai, seu filho. Os filhos levantar-se-ão contra seus pais e os matarão. 
22.Sereis odiados de todos por causa de meu nome, mas aquele que perseverar até o fim será salvo.

Programa Entoai Salmos | Salmo 30 - 26/12/17



Diariamente, dom João Justino apresenta uma reflexão sobre um Salmo, contextualizando-o para a vida cotidiana.
O programa é produzido pela Paróquia Nossa Senhora Rainha e transmitido pela TV Horizonte, de segunda a domingo, às 5h45. Terça e quinta-feira, às 00h45. Reprises: segunda a sexta-feira, às 11h45 e 18h45 | Sábado e domingo: 17h45

SALMO 30: PREMENTE APELO NA AFLIÇÃO.
.
1.Ao mestre de canto. Salmo de Davi.
2.Junto de vós, Senhor, me refugio. Não seja eu confundido para sempre; por vossa justiça, livrai-me! 
3.Inclinai para mim vossos ouvidos, apressai-vos em me libertar. Sede para mim uma rocha de refúgio, uma fortaleza bem armada para me salvar. 
4.Pois só vós sois minha rocha e fortaleza: haveis de me guiar e dirigir, por amor de vosso nome. 
5.Vós me livrareis das ciladas que me armaram, porque sois minha defesa. 
6.Em vossas mãos entrego meu espírito; livrai-me, ó Senhor, Deus fiel.
.
7.Detestais os que adoram ídolos vãos. Eu, porém, confio no Senhor. 
8.Exultarei e me alegrarei pela vossa compaixão, porque olhastes para minha miséria e ajudastes minha alma angustiada. 
9.Não me entregastes às mãos do inimigo, mas alargastes o caminho sob meus pés. 
10.Tende piedade de mim, Senhor, porque vivo atribulado, de tristeza definham meus olhos, minha alma e minhas entranhas. 
11.Realmente, minha vida se consome em amargura, e meus anos em gemidos. Minhas forças se esgotaram na aflição, mirraram-se os meus ossos. 
12.Tornei-me objeto de opróbrio para todos os inimigos, ludíbrio dos vizinhos e pavor dos conhecidos. Fogem de mim os que me vêem na rua. 
13.Fui esquecido dos corações como um morto, fiquei rejeitado como um vaso partido. 
14.Sim, eu ouvi o vozerio da multidão; em toda parte, o terror! Conspirando contra mim, tramam como me tirar a vida. 
15.Mas eu, Senhor, em vós confio. Digo: Sois vós o meu Deus. 
16.Meu destino está nas vossas mãos. Livrai-me do poder de meus inimigos e perseguidores. 
17.Mostrai semblante sereno ao vosso servo, salvai-me pela vossa misericórdia.
.
18.Senhor, não fique eu envergonhado, porque vos invoquei: Confundidos sejam os ímpios e, mudos, lançados na região dos mortos. 
19.Fazei calar os lábios mentirosos que falam contra o justo com insolência, desprezo e arrogância. 
20.Quão grande é, Senhor, vossa bondade, que reservastes para os que vos temem e com que tratais aos que se refugiam em vós, aos olhos de todos. 
21.Sob a proteção de vossa face os defendeis contra as conspirações dos homens. Vós os ocultais em vossa tenda contra as línguas maldizentes. 
22.Bendito seja o Senhor, que usou de maravilhosa bondade, abrigando-me em cidade fortificada. 
23.Eu, porém, tinha dito no meu temor: Fui rejeitado de vossa presença. Mas ouvistes antes o brado de minhas súplicas, quando clamava a vós. 
24.Amai o Senhor todos os seus servos! Ele protege os que lhe são fiéis. Sabe, porém, retribuir, castigando com rigor aos que procedem com soberba.
.
25.Animai-vos e sede fortes de coração todos vós, que esperais no Senhor.



25 de dez de 2017

Hoje nasceu o nosso Salvador (Salmo)



"Hoje nasceu o nosso Salvador (Salmo)" - Coro Juvenil de São Pedro do Mar, Quarteira.
24 de dezembro de 2017 (Missa do Galo).
Salmista: Mariana Lima;
Órgão: Silvério Conceição;
Música: Pe. Miguel Carneiro.

15 de dez de 2017

Caminhos do Evangelho - 3º domingo do Advento (Ano B )



"Todo cristão é chamado a ser um João Batista em sua vida, facilitando o acesso das pessoas a Jesus Cristo", afirma Frei Gustavo Medella no Caminhos do Evangelho deste 3º domingo do Advento.


tvfranciscanos


VINDA DO SENHOR JESUS


1 No que diz respeito à vinda de nosso Senhor Jesus Cristo e nossa reunião com ele, rogamo-vos, irmãos,2 não vos deixeis facilmente perturbar o espírito e alarmar-vos, nem por alguma pretensa revelação nem por palavra ou carta tidas como procedentes de nós e que vos afirmassem estar iminente o dia do Senhor.
3 Ninguém de modo algum vos engane. Porque primeiro deve vir a apostasia, e deve manifestar-se o homem da iniqüidade, o filho da perdição,4 o adversário, aquele que se levanta contra tudo o que é divino e sagrado, a ponto de tomar lugar no templo de Deus, e apresentar-se como se fosse Deus.
5 Não vos lembrais de que vos dizia estas coisas, quando estava ainda convosco?
6 Agora, sabeis perfeitamente que algo o detém, de modo que ele só se manifestará a seu tempo.
7 Porque o mistério da iniqüidade já está em ação, apenas esperando o desaparecimento daquele que o detém.
8 Então o tal ímpio se manifestará. Mas o Senhor Jesus o destruirá com o sopro de sua boca e o aniquilará com o resplendor da sua vinda.
9 A manifestação do ímpio será acompanhada, graças ao poder de Satanás, de toda a sorte de portentos, sinais e prodígios enganadores.
10 Ele usará de todas as seduções do mal com aqueles que se perdem, por não terem cultivado o amor à verdade que os teria podido salvar.
11 Por isso, Deus lhes enviará um poder que os enganará e os induzirá a acreditar no erro.
12 Desse modo, serão julgados e condenados todos os que não deram crédito à verdade, mas consentiram no mal.
13 Nós, porém, sentimo-nos na obrigação de incessantemente dar graças a Deus a respeito de vós, irmãos queridos de Deus, porque desde o princípio vos escolheu Deus para vos dar a salvação, pela santificação do Espírito e pela fé na verdade.
14 E pelo anúncio do nosso Evangelho vos chamou para tomardes parte na glória de nosso Senhor Jesus Cristo.
15 Assim, pois, irmãos, ficai firmes e conservai os ensinamentos que de nós aprendestes, seja por palavras, seja por carta nossa.
16 Nosso Senhor Jesus Cristo e Deus, nosso Pai, que nos amou e nos deu consolação eterna e boa esperança pela sua graça, consolem os vossos corações e os confirmem para toda boa obra e palavra

13 de dez de 2017

SANTA LUZIA-Comemora-se dia 13 de dezembro.



Ó Santa Luzia, que preferistes que vossos olhos fossem vazados e arrancados antes de renegar a sua fé e conspurcar vossa alma; e Deus com um milagre extraordinário, vos devolveu dois olhos perfeitos para recompensar vossa virtude e vossa fé, e vos constituiu protetora contra as doenças dos olhos.
.
Eu recorro a vós para que protejais minhas vistas e cureis a doença de meus olhos.
.
Ó Santa Luzia conservai a luz dos meus olhos para que possa ver as belezas da criação o brilho do sol, o colorido das florestas e o sorrido das crianças.
.
Conservai também os olhos de minha alma, a fé, pela qual eu possa compreender seus ensinamentos, reconhecer o seu amor para comigo e nunca errar o caminho que me conduzirá onde vós Santa Luzia, vos encontrais, em companhia dos Anjos e Santos.
.
Santa Luzia protegei meus olhos e conservai minha fé.
.Amem
.
Pe Ricardo Nunes-Diocese de Nova Iguaçu

+ + + + + + +
HISTÓRIA DE SANTA LUZIA
Santa Luzia nasceu no ano de 280, na cidade litorânea de Siracusa, Itália. Seus pais eram nobres e cristãos. O pai, Lucio, faleceu quando Luzia era muito pequena. Sua mãe, Eutíquia, a educou. E, como cristã, sua mãe lhe passou a fé, o conhecimento de Jesus Cristo, ao amor ao próximo e a Deus..
Milagre de Santa Luzia
A mãe de Luzia era muito doente e sofria de uma forte hemorragia. Eutíquia procurou vários médicos. Nenhum, porém, conseguiu curá-la. Luzia, então, teve a ideia de levar sua mãe a Catania, cidade onde está o túmulo de Santa Agata. O dia da festa da Santa estava próximo e Luzia sentia que se sua mãe colocasse a mão no tumulo de Santa Agata, ficaria curada.
Muito fraca e doente, mas vendo a convicção da filha, a mãe aceitou. As duas, então, partiram para a cidade da Santa. No dia da festa, 5 de fevereiro de 301, após ler o evangelho, mais precisamente o milagre da mulher que tinha hemorragia há 12 anos e fora curada por Jesus quando tocou em seu manto Luzia, emocionada, propôs a sua mãe tocar no tumulo de Santa Ágata e ela concordou.
.
Quando sua mãe foi para o tumulo, Santa Ágata apareceu para Luzia e lhe disse:
.
Luzia minha irmã, porque pedes a mim o que você mesma pode conseguir para sua mãe? Tua mãe já foi curada pela tua fé. E assim como a cidade de Catanha foi beatificada por mim, assim também por seu meio, será salva a cidade de Siracusa. Então, Luzia disse à mãe: Pela intercessão de S. Ágata, Jesus te curou. Nesse momento sua mãe sentiu que as forças lhe voltavam ao corpo e ficou curada.
.
Vida de Santa Luzia

A jovem Luzia, tocada pela graça de Deus disse que queria consagrar sua vida a Deus e fazer voto de castidade e fidelidade a Jesus. Além disso, ela iria entregar seu dote de casamento (uma pequena fortuna) e seus bens para os pobres. Sua mãe concordou.
Aconteceu, porém, que Luzia tinha um pretendente para casamento. E este não se conformou com a decisão de sua amada e a denunciou ao Governador Pascásio, acusando-a de ser cristã. O imperador Diocleciano tinha emitido um decreto autorizando punição exemplar para os cristãos.
Santa Luzia foi julgada e condenada, e como dava total importância a virgindade e ao amor a Jesus Cristo, o governador mandou que a levassem a um prostíbulo, Santa Luzia rezou: quem vive casta e santamente, é templo do Espírito Santo, sem a minha vontade, a virtude nada sofrerá. Assim, nem dez homens juntos não conseguiram levantar Santa Luzia do chão.
.
O martírio de Santa Luzia

O governador, furioso, mandou matá-la ali mesmo. Os carrascos jogaram sobre ela resina e azeite fervendo, mas nada aconteceu à jovem. Os carrascos continuaram com o seu martírio e lhe arrancaram os olhos. Daí vem a devoção a Santa Luzia como protetora dos olhos.
.
Santa Luzia vai ao céu

Antes de sua morte, Santa Luzia, ajoelhada em oração, disse:
Senhor, eis que suplico paz para a Igreja de Cristo. Diocleciano e Maximiniano decairão do império, e como a cidade de Catania venera a Santa Águeda, também serei venerada por graça do Senhor Jesus Cristo, observando de coração os preceitos do Senhor.
Santa Luzia morreu no dia 13 de dezembro do ano de 304. Os cristãos de Siracusa a elegeram Padroeira da cidade e construíram um templo em seu nome.
.
Todo aquele que dá sua vida por causa de Jesus Cristo, ou que sofre castigos e morte por não renegar a fé em Cristo, é considerado mártir pela Igreja. Ela deu sua vida por Jesus Cristo e não renegou sua fé nem mesmo sabendo que morreria violentamente por causa disso. A palavra mártir vem do grego e quer dizer Testemunha. Os mártires testemunham Jesus com a própria vida.
.
Devoção a Santa Luzia

No ano de 1040 o General grego Jorge Mariace levou o corpo de Santa Luzia para Constantinopla a pedido da imperatriz Teodora. No ano de 1204 os cruzados venezianos reconquistaram o corpo de Santa Luzia e o levaram para Veneza, lugar em que esta até hoje na igreja de São Jeremias, onde é venerado.
.
Oração a Santa Luzia

Ó santa Luzia, que não perdestes a fé e a confiança em Deus, mesmo passando pelo grande sofrimento de lhe vazarem e arrancarem os olhos, ajudai-me a não duvidar da proteção divina, defendei-me da cegueira não somente física, mas principalmente da cegueira espiritual.
.
Atendei a este meu pedido.(fazer o pedido).
.
Conservai a luz dos meus olhos para que eu tenha a coragem de tê-los sempre abertos para a verdade e a justiça, possa contemplar as maravilhas da criação, o brilho do sol e o sorriso das crianças. Ó minha querida Santa Luzia, eu vos agradeço por terdes ouvido a minha súplica.
.
Por Jesus Cristo, nosso amigo e irmão, na unidade do Espírito Santo. Amém.
.
Santa Luzia, rogai por nós. 
Fonte: http://www.cruzterrasanta.com.br

Pesquise mais no Google:Santa Luzia




13 de Dezembro, dia de Santa Luzia



13 de Dezembro, dia de Santa Luzia E neste vídeo o Padre Fernando Santamaria, nos conta a sua história. Santa Luzia, rogai por nós! [Fonte: http://www.cancaonova.com]






12 de dez de 2017

Oração de São João Paulo II a Nossa Senhora de Guadalupe

Clique na Imagem para ampliar

Oh, Virgem Imaculada, Mãe do verdadeiro Deus e Mãe da Igreja!
.
Tu, que desse lugar manifestas tua clemência e tua compaixão a todos que solicitam teu amparo;escuta a oração que com filial confiança te dirigimos e a apresente a teu Filho Jesus, nosso único Redentor.
.
Mãe de Misericórdia, Mestra do sacrifício escondido e silencioso,
a ti, que vens ao encontro de nós pecadores, te consagramos neste dia todo nosso ser e todo nosso amor.
Consagramos-te também nossa vida, nossos trabalhos, nossas alegrias, nossas enfermidades e nossas dores.
.
Concede a paz, a justiça e a prosperidade a nossos povos.
Tudo o que temos e somos colocamos sob teus cuidados, Senhora e Mãe nossa.
.
Queremos ser totalmente teus e percorrer contigo o caminho de plena fidelidade a Jesus Cristo em sua Igreja.
Não nos soltes de tua mão amorosa.
.
Virgem de Guadalupe, Mãe das Américas, te pedimos por todos os bispos, para que conduzam os fiéis por caminhos de intensa vida cristã, de amor e de humilde serviço a Deus e às almas.
.
Contempla esta imensa messe, e intercede para que o Senhor infunda fome de santidade em todo o Povo de Deus, e envie abundantes vocações sacerdotais e religiosas, fortes na fé e zelosos dispensadoras dos mistérios de Deus.
.
Concede aos nossos lares a graça de amar e respeitar a vida que começa, com o mesmo amor com que concebeste em teu seio a vida do Filho de Deus.
Virgem Santa Maria, Mãe do Formoso Amor, protege nossas famílias, para que estejam sempre muito unidas, e abençoe a educação de nossos filhos.
.
Esperança nossa, lança-nos um olhar compassivo ensina-nos a procurar continuamente a Jesus e, se cairmos, ajuda-nos a nos levantar, a nos voltarmos a Ele, mediante a confissão de nossas culpas e pecados no sacramento da Penitência, que traz serenidade à nossa alma.
Nós te suplicamos para que nos concedas um grande amor a todos os santos Sacramentos, que são as pegadas de teu Filho na terra.
.
Assim, Mãe Santíssima, com a paz de Deus na consciência, com nossos corações livres do mal e do ódio poderemos levar a todos a verdadeira alegria e a verdadeira paz, que vem de teu Filho, nosso Senhor Jesus Cristo, que com Deus Pai e com o Espírito Santo vive e reina pelos séculos dos séculos. 
Amém.



Obs. Clique nos links no rodapé dessa postagem para ver todas publicações sobre Nossa Senhora de Guadalupe. 

10 de dez de 2017

ADVENTO:Qual o significado da Coroa do Advento?


É um círculo de folhagens verdes, sua forma simboliza a eternidade e sua cor representa a esperança e a vida…
Deus se faz presente na vida de todo ser humano e de todas as formas deixa-nos sentir seu amor e desejo de nos salvar. A palavra ADVENTO é de origem latina e quer dizer CHEGADA. É o tempo em que os cristãos se preparam para a vinda de Jesus Cristo. O tempo do advento abrange quatro semanas antes do Natal.

Atualmente há uma grande preocupação em reavivar este costume muito significativo e de grande ajuda para vivermos este tempo. A coroa ou a grinalda do Advento é o primeiro anúncio do Natal. É um círculo de folhagens verdes, sua forma simboliza a eternidade e sua cor representa a esperança e a vida. Vem entrelaçado por uma fita vermelha, símbolo tanto do amor de Deus por nós como também de nosso amor que aguarda com ansiedade o nascimento do Filho de Deus.

No centro do círculo se colocam as quatro velas para se acender uma a cada domingo do Advento. A luz das velas simboliza a nossa fé e nos leva a oração, elas simbolizam as quatro manifestações de Cristo:

1° Encarnação, Jesus Histórico;
2° Jesus nos pobres e necessitados;
3° Jesus nos Sacramentos;
Parusia: Segunda vinda de Jesus.

No Natal se pode adicionar uma quinta vela branca, até o término do tempo natalino e, se quisermos, podemos por a imagem do Menino Jesus junto à coroa: temos que nos atentar, porém, que o Natal é mais importante do que a espera do Advento.

Essa coroa é originária dos países nórdicos (países escandinavos, Alemanha), a qual contém raízes simbólicas universais: a luz como salvação, o verde como vida e o formato redondo como eternidade.

Simbolismos esses que se tornaram muito adequados ao mistério natalino cristão, e que por isso, adentraram facilmente nos países sulinos. Visto que se convertera rapidamente em mais um elemento de pedagogia cristã para expressarmos a espera de Jesus como Luz e Vida, em conjunto com outros símbolos, certamente mais importantes, como são as leituras bíblicas, os textos de oração e o repertório de cantos.

O comércio e o sistema deste mundo fazem questão de esquecer o verdadeiro sentido do Natal e nós podemos cair nessa, mas é possível dar presente e celebrar o verdadeiro sentido: O Menino Jesus é o nosso grande presente!

Sugestão: você pode fazer uma coroa do Advento em sua casa e celebrar com sua família à luz da nossa fé a chegada de Jesus Cristo nosso Salvador. E a cada Domingo ir acendendo as velas, convidando seus familiares para rezar.

Oração: Senhor Jesus celebrar o teu Natal é fazer da minha vida, da minha casa um lugar de eternidade e salvação. Que a Tua luz brilhe em cada coração. Acendendo cada vela desta coroa do Advento queremos acender a esperança, o amor, a fraternidade e a Salvação que é o grande presente que queremos dar a todos que amamos através do menino Jesus que vai nascer em nossa família.

Como você se prepara para celebrar esta grande festa do nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo?Clique em comentários e diga como você vive este tempo litúrgico?

Natal feliz é Natal com Cristo!
Minha benção fraterna+

Padre Luizinho,
Com. Canção Nova
FONTE:
http://www.catequisar.com.br/

26 de nov de 2017

MÃE MARIA- JESUS CRISTO NOSSO SENHOR REI DO UNIVERSO: A FESTA DO CRISTO REI



Mateus 25, 31-46

Apresentado pelo Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo, o programa Mãe Maria é um tempo dedicado à reflexão e oração, à luz do Evangelho proposto pela liturgia de cada dia. Inspirada no exemplo de Nossa Senhora, a reflexão ilumina a realidade, o caminhar da Igreja e a vida de cada discípulo missionário de Cristo Jesus.
Arquidiocese de Belo Horizonte

É bendito aquele que vem vindo, que vem vindo em nome do Senhor; e o reino que vem, seja bendito; ao que vem e a seu reino, o louvor! (Marcos 11,10) 

Evangelho - Mateus 25,31-46 
31 Disse Jesus a seus discípulos: “Quando o Filho do Homem voltar na sua glória e todos os anjos com ele, sentar-se-á no seu trono glorioso. 
32 Todas as nações se reunirão diante dele e ele separará uns dos outros, como o pastor separa as ovelhas dos cabritos. 
33 Colocará as ovelhas à sua direita e os cabritos à sua esquerda. 
34 Então o Rei dirá aos que estão à direita: ‘Vinde, benditos de meu Pai, tomai posse do Reino que vos está preparado desde a criação do mundo, 35 porque tive fome e me destes de comer; tive sede e me destes de beber; era peregrino e me acolhestes; 36 nu e me vestistes; enfermo e me visitastes; estava na prisão e viestes a mim’. 
37 Perguntar-lhe-ão os justos: ‘Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer, com sede e te demos de beber? 
38 Quando foi que te vimos peregrino e te acolhemos, nu e te vestimos? 39 Quando foi que te vimos enfermo ou na prisão e te fomos visitar?’ 
40 Responderá o Rei: ‘Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim mesmo que o fizestes’. 
41 Voltar-se-á em seguida para os da sua esquerda e lhes dirá: ‘Retirai-vos de mim, malditos! Ide para o fogo eterno destinado ao demônio e aos seus anjos. 
42 Porque tive fome e não me destes de comer; tive sede e não me destes de beber; 43 era peregrino e não me acolhestes; nu e não me vestistes; enfermo e na prisão e não me visitastes’. 
44 Também estes lhe perguntarão: ‘Senhor, quando foi que te vimos com fome, com sede, peregrino, nu, enfermo, ou na prisão e não te socorremos?’ 45 E ele responderá: ‘Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que deixastes de fazer isso a um destes pequeninos, foi a mim que o deixastes de fazer’. 
46 E estes irão para o castigo eterno, e os justos, para a vida eterna”. Palavra da Salvação.


19 de nov de 2017

ORAÇÃO DA MANHÃ- SALMOS 5

"1.Ao mestre de canto. Com flautas. Salmo de Davi. 
.
2.Senhor, ouvi minhas palavras, escutai meus gemidos. 
.
3.Atendei à voz de minha prece, ó meu rei, ó meu Deus. 
.
4.É a vós que eu invoco, Senhor, desde a manhã; escutai a minha voz, porque, desde o raiar do dia, vos apresento minha súplica e espero. 
.
5.Pois vós não sois um Deus a quem agrade o mal, o mau não poderia morar junto de vós; 6.os ímpios não podem resistir ao vosso olhar. Detestais a todos os que praticam o mal, 7.fazeis perecer aqueles que mentem, o homem cruel e doloso vos é abominável, ó Senhor. 
.
8.Mas eu, graças à vossa grande bondade, entrarei em vossa casa. Prostrar-me-ei em vosso santuário, com o respeito que vos é devido, Senhor. 
.
9.Conduzi-me pelas sendas da justiça, por causa de meus inimigos; aplainai, para mim, vosso caminho. 
.
10.Porque em seus lábios não há sinceridade, seus corações só urdem projetos ardilosos. A garganta deles é como um sepulcro escancarado, com a língua distribuem lisonjas. 
.
11.Deixai-os, Senhor, prender-se nos seus erros, que suas maquinações malogrem! Por causa do número de seus crimes, rejeitai-os, pois é contra vós que se revoltaram. 
.
12.Regozijam-se, pelo contrário, os que em vós confiam, permanecem para sempre na alegria. Protegei-os e triunfarão em vós os que amam vosso nome. 
.
13.Pois, vós, Senhor, abençoais o justo; vossa benevolência, como um escudo, o cobrirá."


Ações Que Refletem (São Francisco e Santa Clara) | Frei Florival & Coral Palestrina



"Ações Que Refletem"

Letra, Música e Solistas: Cristiane G. da Matta e Marcos R. N. da Matta
CD Perfeita Alegria - Frei Florival e Amigos
Coral Palestrina de Apucarana - PR / 2013
.
1. Como a potência do sol e a clareza da lua;
Como a força dos raios e a beleza da chuva,
É a certeza da fé e a graça da compaixão,
É o serviço incansável, é a paz no coração.
.
Ref.: Somos Francisco e Clara,descalços na rua, Em ações que refletem vigor e ternura.
.
2. Toda grandeza do mar na praia chega bem leve;
Abraço forte de um pai, colo de mãe não é breve.
Um infindável amor na ação, justiça e perdão;
Toda certeza que o amor é o Deus da criação.


13 de nov de 2017

NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS





Súplica:

Ó Imaculada Virgem Mãe de Deus e nossa Mãe, ao contemplar-vos de braços abertos derramando graças sobre os que vo-las pedem, cheios de confiança na vossa poderosa intercessão, inúmeras vezes manifestada pela Medalha Milagrosa, embora reconhecendo a nossa indignidade por causa de nossas inúmeras culpas, acercamo-nos de vossos pés para vos expor, durante esta oração, as nossas mais prementes necessidades (momento de silêncio e de pedir a graça desejada).
.
Concedei, pois, ó Virgem da Medalha Milagrosa, este favor que confiantes vos solicitamos, para maior Glória de Deus, engrandecimento do vosso nome, e o bem de nossas almas. E para melhor servirmos ao vosso Divino Filho, inspirai-nos profundo ódio ao pecado e dai-nos coragem de nos afirmar sempre como verdadeiros cristãos. Amém -
.
(Rezar 3 Ave Marias) - Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós.
.
Oração Final:
Santíssima Virgem, eu creio e confesso vossa Santa e Imaculada Conceição, pura e sem mancha. Ó puríssima Virgem Maria, por vossa Conceição Imaculada e gloriosa prerrogativa de Mãe de Deus, alcançai-me de vosso amado filho a humildade, a caridade, a obediência, a santa pureza de coração, de corpo e espírito, a perseverança na prática do bem, a castidade, uma santa vida e uma boa morte.
Amém.

"No dia 27 de novembro, a Igreja comemora a Festa de Nossa Senhora das Graças. Foi no ano de 1830, que Maria Santíssima apareceu a Santa Catarina Labouré. “A Senhora tinha dedos cobertos de anéis e pedrarias preciosas de indivisível beleza, dos quais desprendiam raios luminosos para todos os lados, envolvendo a Virgem de extraordinário esplendor”. Os raios eram os símbolos das graças a serem derramadas sobre as pessoas que as pedem.
Maria pediu a Catarina para cunhar uma medalha como a aparição e com os dizeres: “Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós”. E prometeu que derramaria grandes e abundantes graças às pessoas que usarem a medalha com confiança."



9 de nov de 2017

SEMPRE MARIA



Quando o anjo Gabriel saúda Maria, exclama: “Salve, ó cheia de graça, o Senhor está contigo” (Lc 1,28), e essa é a saudação que o próprio Deus faz a Virgem Maria.
São Luis Grignion de Montfort escreve: “Deus Espírito Santo comunicou a Maria, sua fiel esposa, seus dons inefáveis, escolhendo-a para dispensadora de tudo que Ele possui. Deste modo, Ela distribui seus dons e suas graças a quem quer, e dom nenhum é concedido aos homens, que não passe por suas mãos virginais.” Como dispensadora das graças, Maria é a Mãe preocupada com nossa salvação e nos orienta para junto do Seu Filho Jesus.
Maria é invocada por muitos títulos decorrentes de uma situação da sua vida ou de um local que apareceu, dentre eles, temos:

No dia 21 de novembro, celebra-se a Festa da Apresentação de Nossa Senhora.
Aos três anos, Maria, foi levada por seus pais Joaquim e Ana ao templo, para ser consagrada a Deus e ali educada. Desde muito pequena, Maria entrega-se e dedica-se totalmente e livremente a Deus, impelida pelo Espírito Santo desde sua concepção Imaculada.
Por meio deste serviço a Deus no templo, Maria preparou seu corpo, e, principalmente, sua alma para receber o Filho de Deus.

No dia 27 de novembro, a Igreja comemora a Festa de Nossa Senhora das Graças. Foi no ano de 1830, que Maria Santíssima apareceu a Santa Catarina Labouré. “A Senhora tinha dedos cobertos de anéis e pedrarias preciosas de indivisível beleza, dos quais desprendiam raios luminosos para todos os lados, envolvendo a Virgem de extraordinário esplendor”. Os raios eram os símbolos das graças a serem derramadas sobre as pessoas que as pedem.
Maria pediu a Catarina para cunhar uma medalha como a aparição e com os dizeres: “Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós”. E prometeu que derramaria grandes e abundantes graças às pessoas que usarem a medalha com confiança.

No dia 08 de dezembro, a Igreja comemora a Imaculada Conceição de Maria. A Imaculada Conceição foi definida como dogma pelo Papa Pio IX no dia 08 de dezembro de 1854.
Maria foi concebida sem pecado original em vista dos méritos futuros de seu Filho Jesus Cristo, nosso Senhor. Apesar de humana, nunca foi sujeita ao pecado, Ela é cheia de graça, cheia de Deus.
Mesmo não sendo feriado é dia santo de guarda, e devemos como bons cristãos, participar da Santa Missa para louvar a Deus e agradece-lo por ter nos dado Maria Santíssima como nossa Mãe, medianeira e exemplo a seguir.

No dia 12 de dezembro, a Igreja comemora Nossa Senhora de Guadalupe, padroeira da América Latina.
Em 1531, Nossa Senhora apareceu ao índio Juan Diego pedindo que fosse construído em templo para mostrar todo o seu amor, compaixão, socorro e proteção a todos que amam, invocam e confiam nela.
Maria deixou sua própria imagem impressa milagrosamente em seu Tilma, um tecido de pouca qualidade, feito a partir do cacto.
E assim Maria Santíssima tem derramado sua assistência maternal a todos que a invocam com fé e confiança.
Salve Maria!

Fonte Jornal REDIL DO BOM PASTOR.
Maria Regina Duarte Lima (Serva da Comunidade Redil do Bom Pastor)