O conteúdo dessa página pode ser reproduzido desde que informado a fonte e o autor.

5 de mai de 2011

AS ORAÇÕES NO SILÊNCIO


Por Rivaldo R. Ribeiro

"Somos LUZ porque da LUZ viemos, acreditem no seu brilho..."

A confiança em Deus é o nosso refrigério, é a segurança e esperança para um caminho incerto porque ninguém tem conhecimento do futuro.

A oração no silêncio como fazia Nosso Senhor Jesus no monte das oliveiras, e São Francisco de Assis nas cavernas e no Monte Alverne, nos eleva um nível superior sintonizando a nossa alma com a energia universal que vem de Deus.

Portanto a oração é uma transcendência da nossa consciência material para a espiritual, para um mundo quase imaginário nos levando a algo que desperto ninguém é capaz de realizar: A comunicação com Deus.

Isso porque a realidade é materialista, é vista frente aos olhos e nunca sentida pelo nosso espírito. (Hebreus 11,1-A fé é o fundamento da esperança, é um certeza a respeito do que não se vê.).

A oração não é um falatório estridente, como já nos disse Nosso Senhor: ela é uma conversa com o Pai que nos ouve no silêncio do nosso quarto, junto ao Sacrário e do Santíssimo.

A oração no silêncio é um momento sublime do ser humano como filhos (as) de Deus, que depois dessa conversa espiritual todos devem testemunhar sua fé nas Missas e nos Grupos de Oração num louvor único ao Nosso Senhor.

Porem mesmo em multidões devemos permitir que nossas almas entrem em contato com o Espírito Santo de Deus, e esse contato só é possível num clima silencioso.

Os barulhos desnecessários como músicas em altos decibéis que mais nos ferem os ouvidos do que nos tranqüilizam, podem nos distrair desviando desse momento da nossa comunhão com o Espírito Santo de Deus. Pensem na suavidade dos anjos!

É nessa forma tranqüila e serena que os ambientes religiosos(Grupos de Oração, Encontros etc) devem retribuir aos que buscam uma sintonia espiritual com Deus, não com músicas agitadas que são alegres, mas nunca levam a uma felicidade espiritual plena, são apenas alegrias momentâneas que cai logo no esquecimento. Músicas que pertecem aos bailes do mundo, nunca a um ambiente religioso.

Nosso Senhor ensinava através das parábolas, pois dessa forma atingia com força os corações mais duros e Sua palavra germinava e crescia por causa da admiração dos que O ouviam falando mansamente, assim Jesus despertava a indagação nas suas mentes, quem era Jesus e o que ele dizia?

Muitos não O compreendiam, mas a semente estava plantada nos seus corações, e por causa disso iam para a busca da compreensão das Sua Palavra...

Meus caros irmãos, será se nos apresentarmos diante de Jesus gritando, pulando, sacolejando, qual seria a sua reação?

Sou um leigo que ama Deus e seus mistérios, entretanto uma coisa eu tenho certeza: Deus nos fala só através da emoção.

A emoção que é uma dos frutos do amor, só o amor que é grande pode nos fazer leves, suportar o que é pesado e enfrentar com ânimo todas as tribulações.

E a emoção só é sentida nas orações com a doçura profunda das musica dos anjos, cânticos em louvores a Deus e no silêncio dos retiros particulares. Assim dessa forma poderemos sentir Deus próximo a nós, pois nossa alma está em plena sensibilidade amorosa.

Nunca agitada!

Nenhum comentário: